LOGO
Crianças trans: uma “preocupação” chamada transfobia julia pavão Full view

Crianças trans: uma “preocupação” chamada transfobia

Por Sessiz Zarif.

Contexto: é noticiada a primeira criança trans a conseguir seu nome retificado em um documento oficial.

Olá a todas, todos e todes! Vou fazer um comentário, da forma mais didática o possível, para mostrar por que há TRANSFOBIA na fala da tal “Júlia”…

Como o recurso de Facebook é limitado ao destacar palavras, vou colocar em caixa alta as palavras ou fragmentos de palavras que quero dar destaque:

A tal Júlia naturaliza o fato de que a criança, por ter vagina, seja forçada a se adequar ao ARTIFICIAL padrão cisheteronormativo de “meninA”. Portanto, do ponto de vista da tal Júlia:

1) É aceitável (ou natural, ou normal, ou saudável, ou adequado) OBRIGAR a vagina, digo, a criança, a ser uma “meninA”… Ou seja, NÃO TEM NADA DE RUIM em OBRIGAR uma criança que tem VAGINA a se reconhecer como “meninA”…

2) Porém, se você PERMITIR que a CRIANÇA que tem VAGINA EXPERIMENTE SE AFIRMAR como meninO (como sendo de um gênero que está em desacordo com a genitália), isso significa que a CRIANÇA NÃO TEM DESENVOLVIMENTO INTELECTUAL!

3) Ah, claro, se a criança TEM VAGINA e EXPERIMENTA SE AFIRMAR meninA, então tudo bem, isso é NORMAL! A criança pode ter vagina e se afirmar como meninA! Nesse caso, não precisa se preocupar com a criança! NÃO PRECISA PROBLEMATIZAR E DESQUALIFICAR A OPINIÃO EXPRESSA PELA CRIANÇA, SE A OPINIÃO DA CRIANÇA ESTIVER DE ACORDO COM A REGRA HOMEM=PÊNIS, MULHER=VAGINA…

Vamos esclarecer aqui, para quem não percebeu, que a tal JÚLIA pode até FAZER UM TEXTO que “PARECE legitimamente PREOCUPADO COM A CRIANÇA”… MAS a tal JÚLIA NÃO está legitimamente preocupada com a criança! A tal Júlia está legitimamente preocupada em GARANTIR que a criança, por ter VAGINA, vai se reconhecer como MULHER.

Ou seja, a tal Júlia parte do princípio que É NORMAL ser CISGÊNERO! A tal Júlia parte do princípio que É NORMAL que uma criança com VAGINA se reconheça como meninA! A tal Júlia acha que uma criança com VAGINA que se reconheça como meninA TEM DESENVOLVIMENTO INTELECTUAL para expressar essa opinião, opinião essa que NÃO É VISTA como problemática, como doentia, como confusa!

PORÉM, a tal Júlia parte do princípio que NÃO É NORMAL ser TRANSGÊNERO! A tal Júlia parte do princípio que NÃO É NORMAL que uma criança com VAGINA se reconheça como meninO! A tal Júlia acha que uma criança com VAGINA que se reconheça como meninO NÃO TEM DESENVOLVIMENTO INTELECTUAL para expressa essa opinião, opinião essa que É VISTA como problemática, como doentia, como confusa!

Essa preocupação da Júlia tem um nome e se chama TRANSFOBIA!

Talvez essa tal de Júlia NÃO PERCEBA que está sendo TRANSFÓBICA! Talvez essa tal de Júlia NÃO PERCEBA a importância que ela dá à NECESSIDADE DE QUE TODOS CONCORDEM QUE VAGINA=MULHER; PÊNIS=HOMEM! Mas é isso que ocorre quando uma pessoa SOFRE LAVAGEM CEREBRAL! A pessoa NÃO PERCEBE que sofreu lavagem cerebral; se a pessoa percebe que sofreu lavagem cerebral, DÓI ADMITIR que SOFREU LAVAGEM CEREBRAL! E, mais importante, uma pessoa que sofreu lavagem cerebral TEM MUITA DIFICULDADE DE QUESTIONAR OS VALORES QUE FORAM IMPOSTOS POR MEIO DA LAVAGEM CEREBRAL! E a cisheteronormatividade compulsória É UMA LAVAGEM CEREBRAL! Portanto, eu não estou dizendo que a tal Júlia é uma TRANSFÓBICA BABACA FALSA falando manso e fingindo que está preocupada de verdade com as crianças… A tal Júlia pode ser (e provavelmente é) simplesmente uma pessoa TRANSFÓBICA que nem se dá conta de que é TRANSFÓBICA!

E a transfobia, assim como todos os outros preconceitos (racismo, xenofobia, homofobia, misoginia, misandria, gordofobia, entre dezenas de outros) nos são impostos desde antes de nascermos… Portanto, fica o alerta: se alguém está dizendo que seu comentário foi transfóbico, antes de tentar se defender dizendo que “não foi essa a sua intenção”, que você “não consegue enxergar transfobia nas suas palavras ou pensamentos”, apenas ouça a crítica e reflita antes de simplesmente reiterar “não há transfobia”, afinal, um dos sintomas de lavagem cerebral é esse pânico perante o questionamento que resulta numa tentativa deselegante de tentar tapar o sol com uma peneira…

Beijinhos de luz! Sejamos SEMPRE VIGILANTES E HUMILDES!

Written by Beatriz

Leave a comment