LOGO
Migalhas e o atendimento médico saude trans 2 Full view

Migalhas e o atendimento médico

Por Isaac G. Ribeiro.

Conversando com um amigo hoje sobre indicações de médicos, e como muitas vezes a gente se depara com um lixo transfóbico quando a indicação inicial era “ele sabe atender/não exclui pessoas trans”, cheguei a conclusão de que o que acontece é o seguinte:

Nós, pessoas trans, estamos tão acostumados a sermos tratados como sub humanos, a não ter expectativa de ser respeitado, muitas vezes não ter expectativas nem de ser atendido, que qualquer migalha que nós ganhamos, mesmo que essa migalha esteja envenenada, vai nos deixar felizes por ter ganho.

Obviamente isso não é nossa culpa e isso é TRISTE. É triste pra caralho. Ver como a gente acaba se rebaixando e “ignorando” comentários transfóbicos de médicos, empregadores, amigos, família, relacionamentos românticos, tudo porque a sociedade é tão cruel e transfóbica que faz com que a gente se acostume a nunca ter nada. Como se nós não tivéssemos DIREITO a coisas que pessoas cisgeneras tem sem nem pensar sobre isso, tem como algo natural. Atendimento humanizado, respeito, amor, compreensão, afeto. Tudo isso nos é negado tanto que nós nos acostumamos com esse “não ter”, “não poder”, “não ser digno”; e quando nós ganhamos uma fração do que nos é de direito, mesmo que junto dessa fração minúscula venha mil cargas de desrespeito e humilhação, nós ficamos felizes.

E isso é tão fodido sabe?
Você vai num médico, você tem >medo< (muitas vezes) de chamar atenção dele quando ele é transfóbico, porque se ele se recusar a te atender tu vai pra onde? O SUS demora, as vezes o caso é urgente não dá pra esperar. Tu não tem dinheiro, o médico legal é mais de 300 reais por consulta. Tu vai no da clínica popular, quando encontra um que sequer saiba o que é uma pessoa trans, tem que se contentar com uma pessoa transfóbica, que te trata errado, é absurdamente invasiva e te falta com respeito… Mas o que você vai fazer, se sem essa pessoa você não tem exames, nem receitas, nem um tratamento hormonal seguro? Você desiste? Paga horrores em testosterona sem receita? Faz a terapia hormonal sem acompanhamento? Desenvolve problemas de saúde que poderiam ter sido evitados? Ou você aguenta o médico te tratando errado, te falando merda, sendo desrespeitoso? Você arrisca sua saúde ou aguenta a humilhação?

Porque essa é a nossa vida. Ou a gente aguenta a humilhação ou a gente arrisca. Arrisca morrer por medicamentos sem acompanhamento, clínicas clandestinas, suicídio, violência física nas ruas, violência doméstica. Essa é a nossa vida.

Written by Beatriz

Related Articles