LOGO
  • Home  /
  • Transmisoginia   /
  • Mulheres trans/travestis são vistas como homem apenas para serem discriminadas
Mulheres trans/travestis são vistas como homem apenas para serem discriminadas orlandeli Full view

Mulheres trans/travestis são vistas como homem apenas para serem discriminadas

Por Isabella Jardim.

Mulheres trans/travestis são vistas como na sociedade? Como homens? Como uma outra coisa? Cisativistas radicais dizem que mulheres trans/travestis tem “privilégio masculino” “por ter nascido com pênis”.

Na verdade, mulheres trans/travestis são vistas como homem apenas para serem discriminadas. “Você é homem”, toda mulher trans e travesti já ouviu isso, mas o único propósito disso é infligir discriminação. Um dos exemplos é expulsão de mulheres trans dos banheiros femininos como aconteceu no shopping em Maceió. Mas logicamente quando se trata do fato de homens terem muito mais acesso a cargos de chefia, com mais altos salários, menor desemprego em relação às mulheres isso se passa muitos anos luz de distância das mulheres trans/travestis, que estão em mais de 90% dessa população excluídas do emprego formal por discriminação transfóbica. Nada a ver com a situação de homens. Mulheres trans/travestis só são “homens” se discriminadas e excluídas socialmente, mas nunca para ter vantagens masculinas.

Com relação a “vantagem de mulheres trans/travestis” por terem nascido com pênis, falocentrismo, patriarcalismo só são motivo de assassinato e exclusão social de mulheres trans /travestis, não nos beneficiamos em nada com isso, muito pelo contrário. Transfóbicos frequentemente usam genitalismo para desrespeitar gênero (como sabemos a origem da violência transfóbica é negação ao gênero de uma pessoa trans) e o que dizem? O que tem entre as pernas? Tira a roupa para ver! O pênis de uma mulher trans não a faz menos mulher como a vagina de um homem trans não o torna menos homem, mas falocentrismo, machismo, patriarcalismo não dão absolutamente nenhuma vantagem às mulheres trans, pelo contrário.

Written by Beatriz

Leave a comment