LOGO
  • Home  /
  • Saude e Corpo   /
  • “Organização Mundial de Saúde (OMS): A transexualidade não é uma doença mental.
”

“Organização Mundial de Saúde (OMS): A transexualidade não é uma doença mental.
”

Há uma petição no change.org pedindo o fim da patologização das identidades trans* pela OMS.

Agradeço Sabrina Alves e Sueli Guarani Kaywoá pela tradução e revisão.

A petição pode ser vista aqui.

Organização Mundial de Saúde (OMS): A transexualidade não é uma doença mental.


Petição por 
Carla Antonelli

Madri, Espanha

Eu não estou doente. Na verdade, estou ótima!


Contudo, a Organização Mundial de Saúde (OMS) insiste em dizer que sim. A transexualidade segue fazendo parte da lista de doenças mentais da OMS. Considerar as pessoas transexuais como doentes mentais só serve para contribuir com a discriminação. Por isso, são muitos os países que vem pedindo a OMS que a tire da lista. Incluíndo o Parlamento Europeu que aprovou em setembro de 2011 uma resolução pedindo que a OMS deixasse de considerar a transexualidade como uma doença.

A OMS está revisando esta classificação. Portanto, este é o momento que devemos dizer em alto e bom som: nós transexuais não somos doentes. Como aconteceu com a homosexualidade que saiu dessa lista em 1990, agora é o momento de se deixar de estigmatizar as pessoas transexuais.

Isso não implica que sejamos excluídos do sistema de saúde: as mulheres grávidas não estão doentes, e há um protocolo e assistência de saúde para elas.

Em 20 de outubro se celebra o Dia Internacional da Ação pela DespatologizaçãoTrans*.

Assine essa petição e peça à Organização Mundial de Saúde que deixe de considerar a nós, pessoas Transexuais, como doentes mentais. 
Essa petição tem iniciativa da FELGTB (Federación estatal de lesbianas, gays, transexuales y bisexuales) da Espanha, e é apenas um grão de areia em prol do longo trabalho pela despatologização Trans* realizada por muitas organizações internacionais.

Pessoas em muitos outros países criaram petições para apoiar esta campanha e estão contribuindo com assinaturas para alcançar este objetivo.

Written by Hailey

2 Comments

Comments are closed.