LOGO
Transexualidade, o acolhimento e acompanhamento é fundamental Nomi Marks Full view

Transexualidade, o acolhimento e acompanhamento é fundamental

Por Thaís Crepaldi Nogueira.

Transexualidade, o acolhimento e acompanhamento é fundamental

Pra muitas pessoas descobrir que alguém é transexual parece ser surpreendente e muito provavelmente isso assim ocorre pq o que nós sabemos da vida das pessoas é somente aquilo que elas nos permitem ver, mas no caso de lgbt’s e mais especificamente ainda de transexuais essa sensação de uma descoberta repentina ou uma escolha precipitada é reforçada pelo tabu da sexualidade.

Em nossa sociedade temas como a sexualidade são constantemente censurados, tratados como piada ou na base do achismo e isso é extremamente nocivo não só ao próprio conhecimento que a pessoa constrói sobre si mesma, mas também na compreensão da diversidade de comportamentos humanos.

A sexualidade não é relativa apenas a prática sexual, a orientação sexual, a identidade de gênero, são traços fundamentais da personalidade do indivíduo e eles começam a se manifestar já na infância. E aqui entramos em um ponto importante, pq ngm questiona qdo o menino manda cartinha e olhares pra menina (e vice versa), mas qdo é de menino pra menino ou um menino que “quer ser menina*” daí N pessoas aparecem dando sermão ou taxando que “é só uma fase”.

Essa negação da infância e da adolescência dos lgbt’s é extremamente nociva a construção de sua identidade, a pressão que pais, amigos, professores e a sociedade como um todo faz pra “normalizar” essa criança gera crises de ansiedade, alimenta um sentimento autodestrutivo, fomenta a depressão e em casos mais graves, até mesmo o suicídio. Isso é especialmente verdadeiro na população trans, onde a taxa de suicídio chega a 40% em função da pressão exercida contra essa parte fundamental da personalidade do indivíduo.

É por isso que muitos chegam a vida adulta quebrados, cheios de medos e paranóias alimentados por anos de condenação (muitas vezes dentro da própria família). Desconstruir isso e aprender a se aceitar é um caminho longo, doloroso, porém libertador. Nesse sentido, apoio é essencial, pois como mostram as pesquisas, transexuais aceitas já na infância/adolescência por suas famílias apresentam a mesma taxa de suicídio e depressão que o resto da população.

Então essa ideia de que esse processo aconteceu “do nada” é simplesmente falso, assim como a ideia de que existe uma escolha em termos de orientação ou gênero. Vc simplesmente é, o que ocorre é que para uns o caminho pra se descobrir e se aceitar é muito mais difícil que pra outros e isso não deveria ser assim. Nós podemos e devemos fazer melhor pq criança nenhuma merece passar pela dor de ser rejeitada ou castigada apenas pq é diferente.

Imagem: Magical Quote.

Written by Beatriz

Leave a comment